Connect with us

Mundo

“Mais de 700 milhões de jovens e adultos não sabem ler e escrever” – UNESCO

Published

on

Assinala-se esta sexta-feira, 8 de Setembro, o Dia Mundial da Alfabetização e a UNESCO diz que actualmente, existem no mundo 763 milhões de jovens e adultos que não sabem ler e escrever.

Para a UNESCO, agência da ONU responsável pela área de Educação, Ciência e a Cultura, a situação piorou com a combinação de crises das alterações climáticas, conflitos e da Covid-19.

Entretanto, a UNESCO refere que tem havido impedimento ao progresso no processo da alfabetização global, com destaque as várias mudanças ocorridas nos últimos anos, associadas ao aumento de desigualdades entre regiões, países e populações.

De acordo com o comunicado publicado no site da organização, a alfabetização é essencial para essa ambição e avanços no desenvolvimento e por contribuir para “gerar interesse e motivação nas pessoas para adquirir, usar, promover e desenvolver suas aptidões para ler, escrever e contar”.

Por outro lado, para este ano, a celebração da efeméride que hoje se assinala é tida como oportunidade para unir esforços, acelerar o progresso mundial rumo ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, número 4, prevendo ampliar a educação e aprendizagem ao longo da vida, de forma que a economia de baixo e médios rendimentos, a proporção de crianças de 10 anos que não conseguem ler e compreender um texto simples aumentou de 57% em 2019, para cerca de 70% em 2022.

A UNESCO avança ainda que, com a celebração da data pretende ainda refletir sobre o papel da alfabetização na construção de sociedades mais inclusivas, pacíficas, justas e sustentáveis abordando a conexão entre a atividade e áreas de desenvolvimento.

Colunistas