Connect with us

Angola que dá certo

Projecto de Vida Selvagem do Okavango apoia formação de jovens em preservação Ambiental

Published

on

Está a decorrer na província do Moxico a primeira fase do programa de capacitação em matérias sobre ambiente, biodiversidade e educação promovido pela Fundação Kissama em parceria com o Projecto de Vida Selvagem do Okavango da National Geographic. 

A acção formativa visa promover a capacitação de jovens angolanos formados no ensino médio em cursos voltados ao ambiente nas províncias com influência dos rios de Angola com extrema importância para Delta do Okavango (Bié, Cuando Cubango e Moxico), “garantindo a colaboração em programas de conservação da biodiversidade, bem como expô-los a ameaças à biodiversidade, com vista a desenvolver a capacidade de abordar tais ameaças e buscar soluções sustentáveis para a conservação da biodiversidade e a preservação do ambiente em Angola”, explicou Sérgio Cruz, enquanto responsável pelo programa de Estágios.

Foram selecionados nesta primeira fase os técnicos José Capalo, Jorgito Juvenal e Ngueve Manuel, todos oriundos da província do Moxico e com formação média técnica em gestão ambiental. Nesta primeira fase, o programa está assente no desenvolvimento de habilidades de redação, apresentação, aplicação prática dos conceitos e o desenvolvimento de actividades ligadas a projectos ambientais. A segunda fase irá versar sobre o desenvolvimento de trabalhos de campo e oportunidade de pesquisa sobre temáticas ligadas à biodiversidade, pesquisa de campo e levantamentos de dados pertinentes a gestão da biodiversidade e elaboração de relatórios temáticos.

A terceira e última fase deste programa irá capacitá-los em matéria de elaboração de projectos sustentáveis e que auxiliem no desenvolvimento das comunidades e na aproximação e preservação da biodiversidade de Angola. A formação tem uma componente virtual e outra presencial e inclui ainda trabalho de campo.

“Este programa promove benefícios como a oportunidade de desenvolver e gerir projectos de pesquisa sobre a biodiversidade e o ambiente, bem como a possibilidade de realizar trabalhos directo com a biodiversidade”, concluiu Sérgio Cruz.

SOBRE A FUNDAÇÃO KISSAMA

Durante mais de 10 anos, a Fundação Kissama foi responsável pela gestão diária da fauna e flora da área especial de conservação do Parque Nacional da Quiçama e esteve envolvida no processo de reconstrução da Escola de Catalangombe, destinada à formação de fiscais para as áreas de conservação de Angola.

Ligada desde sempre ao Projecto de Conservação da Palanca Negra Gigante, a Fundação Kissama passa a ser a instituição implementadora das acções de investigação científica e educação ambiental do projecto a partir de 2010.

Nos últimos anos ampliou o seu leque de actividades para passar a incluir várias acções de educação ambiental mais direcionadas para crianças e jovens, com destaque para o Projecto Estórias para Conservar.

Em 2019 deu início a um novo projecto com o objectivo de determinar as zonas de distribuição geográficas dos elefantes de floresta (Loxodonta cyclotis), com ênfase para as províncias do Bengo e do Cuanza-Norte.

SOBRE O PROJECTO DE VIDA SELVAGEM DO OKAVANGO DA NATIONAL GEOGRAPHIC 

Desde 2015, o Projecto de Vida Selvagem do Okavango da National Geographic tem trabalhado com comunidades e governos para garantir protecção permanente e sustentável para a grande Bacia Hidrográfica do Cubango-Okavango – que abrange Angola, Namíbia e Botsuana. Uma equipa de exploradores da National Geographic, especialistas locais e regionais e parceiros do Wild Bird Trust estão a trabalhar para conseguir isso por meio de pesquisas científicas rigorosas, projectos impactantes de educação para a conservação, estabelecimento de sistemas de protecção orientados pela comunidade e narrativas sobre o ecossistema e as pessoas que vivem nestas zonas. Saiba mais em www.nationalgeographic.org/projects/okavango/

SOBRE A NATIONAL GEOGRAPHIC SOCIETY

A National Geographic Society é uma organização sem fins lucrativos que usa o poder da ciência, exploração, educação e narrativa para estimular e proteger a maravilha do nosso. Desde 1888, a National Geographic ultrapassou os limites da exploração, investindo em pessoas ousadas e ideias transformadoras, fornecendo mais de 15.000 bolsas para trabalho em todos os sete continentes, alcançando 3 milhões de estudantes a cada ano por meio de ofertas educacionais e envolvendo o público em todo o mundo por meio de experiências, histórias e conteúdos exclusivos.

Para saber mais, visite www.nationalgeographic.org ou siga-nos no Instagram, LinkedIn e Facebook.