Connect with us

Sociedade

Governo actualiza preço de transporte público no país

Published

on

A partir desta quinta-feira, 16 de Maio, uma nova tabela de preços para os passageiros de transportes públicos entra em vigor no país.

Uma nota do Ministério dos Transportes, enviada ao Correio da Kianda, diz que a nova tarifa, responde à necessidade de se ajustar para os Serviços de Transportes Públicos Colectivos Urbanos Rodoviários de Passageiros e dos Transportes Ocasionais de Passageiros, particularmente na província de Luanda.

A referida nova tarifa, é baseada nos termos do Decreto Executivo Conjunto n.º 402/14 de 22 de Dezembro que estabelece as Regras e Procedimentos para a Formação da Tarifa dos Transportes de Aluguer Colectivo de Passageiros por percurso, conjugado com a Decreto Presidencial n.º 128/10 de 10 de Junho, que Aprova o Regulamento de Transportes Rodoviários Ocasionais de Passageiros, e, em conformidade com a estrutura de custos actualizada.

Essa medida, acrescenta o documento, surge após auscultação das associações de taxistas e cooperativas de táxis da Província de Luanda.

“Determina-se que a tarifa dos táxis colectivos, a ser praticada em todas as rotas, numa extensão de até 16 Km por rota, passa a custar a cada passageiro o valor de Kz 200,00 (Duzentos Kwanzas)”, lê-se.

Já os autocarros públicos em Luanda, passa a custar, aos cidadãos, o valor de 150 Kwanzas numa extensão mínima de 20 Kms, em todas as rotas de toda a extensão da capital do país, e está em conformidade com a estrutura de custos actualizada e após auscultação das associações de operadores de transportes rodoviários de passageiros da Província de Luanda.

“Para as demais províncias as novas tarifas serão fixadas localmente, em função das respectivas estruturas de custos”, refere o documento datado de 14 de Maio.

Continue Reading
13 Comments

13 Comments

  1. Luís Mota

    17/05/2024 at 9:55 am

    Isso e brincadeira Kem controla a KLM do táxi, neste momento contas feitas Viana cidade passa a 400 akz, o autocarro k era a 50, passa a 150 akz falamos de 200% de aumento mas isso vai cair nos bolsos de Kem

  2. Manuel João António Gaspar

    17/05/2024 at 10:32 am

    Esse país só Deus pra nós acudir, eu ainda penso que este executivo ñ é patriótico. O cidadão já ganha mal, vive distante do local de trabalho e chega o tal executivo pra dificultar mais as coisa!

  3. Armando Gabriel

    17/05/2024 at 1:49 pm

    Eh! Isso é azar autocarro 150 kz…

  4. Castro Domingos Manuel

    17/05/2024 at 5:35 pm

    Já não sei o que dizer…

    • João Lourenço

      18/05/2024 at 12:14 am

      Este governo é Lamentável!

      Subida dos preços da propina nas escolas 🚸
      Onde se viu um país cujo instituições públicas há pagamento de propinas???
      Em Angola 🇦🇴 não existe direito à educação
      subida dos preços da cesta básica 🥘, subida do preço dos combustíveis ⛽,
      subida do preço da corrida do táxi 🚖
      sem contar ainda à subida do preço do passaporte 🛂

      Só a subida do preço dos transportes públicos já dificulta uma série de coisas na vida do cidadão!!! 🙏
      Só Deus para nos ajudar! 🛐 🙏!!!

  5. Rogério Raul Jorge

    17/05/2024 at 8:49 pm

    A minha fé não é negociável, por isso vou na esperança de fé de que esse país algum dia venha a melhor, que a falta de empatia e amor dos governantes para com os cidadãos angolanos, acabe em nome de Jesus. E nós jovens estaremos lutando pelos nossos direitos, apesar de que eles não são bem vistos. Mas, mesmo assim: força Angola, e aos angolanos de verdade… Não desanimem❤️

  6. José Nguanzi

    18/05/2024 at 12:33 am

    O valor para os autocarros seria pelo menos 100 kz, agora 150! é muito, e são os autocarros que têm ajudado muito a classe baixa. Assim fica difícil.

  7. Luis Afonso

    18/05/2024 at 7:23 am

    Os governantes Angolanos parece que pensam com a cabeça de baixo.
    Eles por serem da mesma linhagem, não sabem o que é passar dificuldade. Um aumento de 50kz para 150 kz? Estupidez.
    Pra piorar os taxistas (azuis e brancos) continuarão fazendo linhas curtas porque ninguém fiscaliza.

  8. Moisés Troco

    18/05/2024 at 7:50 pm

    Novamente não levaram em consideração a opinião pública.

  9. Juven Brockie Lembo

    18/05/2024 at 11:44 pm

    Esse país é insignificante, e vocês não estão a aguentar a governar o país , então não deveriam pedir a independência do país, ficam só já escravos dos portugueses para sempre. Porque vocês não estão a fazer nada no mundo . É Angola não é um país é um lixo que existem em África que país vergonhoso venha ser esse.

  10. AAgostinho Miguel

    18/05/2024 at 11:55 pm

    Só Deus para nos salver destes dias tão difíceis que estamos a enfrentar no País

  11. Juven Brockie Lembo

    19/05/2024 at 12:06 am

    Resolvem a situação desse país tá, vós os governantes desse país não sabem quantas famílias que há em Angola estão a passar fome , mas isso também é vergonhoso um país que é Angola , conhecido como país da fome , eu tenho um plano vamos só já vender esse na China e depois vamos dividir os lucros com a população o que vocês acham?

    Também não estão a fazer nada, então dão esse no chinês , pelo menos eles vão fazer alguma coisa que os próprios angolanos deveriam fazer a bastante tempo só sabem roba o dinheiro do país , depois vêem falar que o país não tem dinheiro.

    Povo angolano esse governo não nos gosta vamos embora deixe que eles se governem entre si.

  12. Domingos Manuel Gomes

    19/05/2024 at 10:06 am

    Falando das subidas dos preços em todos sector, na minha humilde opinião,tinha que se ver, ainda os números de desemprego, que á no nosso país,e depois ver o salário básico dos cidadãos nas empresas privadas. estás subidas de preços dos táxis, terá um impacto muito negativo na vida das populações mais vulnerável,se não bastasse a subida dos produtos das cestas básicas. é preciso se fazer uma reflexão muito profunda.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *