Connect with us

Politica

PR quer Sonangol a perspectivar outras fontes de produção de energia

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, orientou o Conselho de Administração da Sonangol a que passe a olhar para outras fontes de produção de energia, “a exemplo do que outras empresas congêneres já fizeram”.

O Chefe de Estado angolano, que falava no acto de recondução do actual Conselho da petrolífera nacional, instou mesmos os seus membros a “verem se conseguem dar o salto, deixarem de ser apenas empresas de produção de óleo e gás e passarem a ser empresas de energia, com uma diversidade de fontes de produção de energia, numa altura em que o mundo clama por novas fontes de produção de energia”.

“Vocês já estão no ramo, é uma questão de criar mais um braço que possa, então, passar a atender a esta necessidade premente de diversificarmos as fontes de produção de energia”, vincou.

No seu discurso, João Lourenço, disse, igualmente, que espera agora que haja um aumento na produção de petróleo e gás, uma vez que Angola deixou de ser membro da OPEP.

“Devemos ter a ambição de aumentar a produção de petróleo e a produção do gás”, orientou e continuou: “foi constituído um novo consórcio do gás, foram feitas alterações à legislação para incentivar a produção do gás, no sentido de ver se Angola deixa de ser apenas um grande produtor e exportador de petróleo mas, se possível, de preferência, um grande produtor e exportador de gás natural”.

O Presidente da República fez recordar dos projectos em fase de construção, como a Refinaria do Lobito e o Terminal Oceânico da Barra do Dande, aos quais pediu celeridade na conclusão das obras.

“Temos importantes infra-estruturas do sector que estão em fase de construção, nomeadamente a Refinaria do Lobito, o Terminal Oceânico da Barra do Dande. Gostaríamos que esses projectos de infra-estruturas em terra fossem concluídos em tempo útil. São importantes para a economia do nosso país, quer a Refinaria, quer o Terminal Oceânico”, reforçou.

João Lourenço reconduz Conselho de Administração da Sonangol