Connect with us

Videos

João Lourenço justifica a sua ida a Namibia

Redação

Published

on

O Presidente da Republica, João Lourenço, disse hoje, em entrevista à imprensa, depois de ter efectuado uma visita de algumas horas à Namíbia, onde testemunhou a investidura do Presidente eleito, Hege Geingob, que a sua deslocação não foi para um pais de risco.

Em declarações à imprensa, o estadista justificou que a sua participação, na cerimónia de investidura do Presidente Hege Geingob, se deve aos excelentes laços de cooperação e de irmandade existentes entre os dois países e não constitui, por isso, motivo de alarido face à suspensão dos voos de e para o exterior do país, como medida de prevenção contra o Covid-19.

“A cerimónia de investidura do Presidente Hege Geingob decorreu no Palácio Presidencial, de forma restrita, ao contrário do estádio de futebol como estava, inicialmente, prevista, o que reduziu, substancialmente, o risco de contágio da pandemia. Gostaria de dizer que as criticas à minha deslocação só demonstram que os cidadãos angolanos têm liberdade de expressão e seguem os actos do PR”, salientou.

Em Windhoek, o estadista angolano juntou-se ao número restrito de convidados, com destaque para os presidentes do Botswana, Mokgweetsi Masisi, e do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, à cerimónia de posse do terceiro Presidente da Namíbia desde a independência do país, em Março de 1990.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *