Connect with us

Sociedade

Angola terá três novas áreas de conservação terrestre

Published

on

O Governo angolano anunciou a criação de três novas áreas de conservação terrestre. A Serra do Pingano, na província do Uíge, o Morro do Cumbira, no Cuanza Sul, e o Morro do Moco, na província do Huambo, foram identificados como locais prioritários para conservação ambiental.

A ministra do Ambiente revelou esta quinta-feira, 9, em Luanda, os detalhes dessas áreas, após uma reunião com a Vice-Presidente da República, Esperança da Costa, e a directora global do “Nature Bonds, Protecção de Terras, Águas Doce e Oceanos”, Melissa Garvey.

Ana Paula de Carvalho informou que “os processos para oficializar essas áreas como zonas de conservação estão em andamento e espera-se que sejam concluídos no próximo ano”. Paralelamente, também estão em andamento os esforços para estabelecer uma área de conservação marinha no município de Tômbwa, na província do Namibe.

Além das novas áreas, a ministra destacou a existência de outras zonas de conservação, como Luengue-Luiana e Mavinga, na província do Cuando Cubango, e o Parque Nacional da Cameia, no Moxico.

No que diz respeito aos recursos hídricos, Ana Paula de Carvalho afirmou que o levantamento já começou na província do Huambo e que as próximas províncias a serem investigadas serão Cuando Cubango e Moxico.

“O objectivo é não apenas preservar a biodiversidade, mas também avaliar a situação dos recursos hídricos”, indicou.

A ministra também mencionou a necessidade de rever e estender a Estratégia Nacional para a Biodiversidade até 2050, além do seu término previsto em 2025. Isso, segundo a responsável, “garantirá uma continuidade nas ações de conservação”.

Melissa Garvey, da organização “Nature Bonds, Protecção de Terras, Águas Doce e Oceanos”, discutiu durante a audiência com a ministra e outros representantes do governo formas de financiar acções de biodiversidade e apoiar as comunidades locais, tendo destacado a diversidade de abordagens e mecanismos financeiros disponíveis para alcançar esses objectivos.

Colunistas