Connect with us

Mundo

“Dói, mas não vou intervir”, diz presidente da Colômbia sobre prisão de filho

Published

on

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, fez um pronunciamento em suas redes sociais sobre a prisão de seu filho, horas após a detenção de Nicolás Petro este sábado, 29, a dizer que deseja “sorte e força” ao filho que foi preso juntamente com a ex-mulher, Days Vásquez, na sequência de uma investigação por branqueamento de capital e enriquecimento ilícito.

“Como pessoa e como pai, dói muito que um dos meus filhos seja preso; como presidente, garanto que a procuradoria terá todas as garantias para proceder de acordo com a lei”, afirmou o presidente colombiano.

Segundo a imprensa local, desde o ano passado o casal terá utilizado a posição para conseguir dinheiro em troca de influência.

É a primeira vez que um familiar de um presidente em exercício é preso na Colômbia. O presidente colombiano descreveu o evento como uma “auto destruição” de seu filho.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas