Connect with us

Sociedade

Inserção de oito línguas nacionais e fim da monodocência marcam ano lectivo 2024/2025

Published

on

A partir do próximo ano lectivo 2024/2025 o processo de ensino e aprendizagem vai registar o fim da monodocência a partir da 5ª classe. A inserção de oito línguas nacionais, e duas estrangeiras, constituem algumas inovações.

A revelação é de Vita Gouveia, do Instituto de Avaliação e Desenvolvimento do Ministério da Educação, à margem do 2º Conselho Consultivo, que decorre na cidade do Cuito, província do Bié.

Entretanto, o Ministério da Educação anunciou também nesta sexta-feira, a abertura do concurso de ingresso externo para carreira geral, segundo fez saber à imprensa, a Directora dos Recursos Humanos daquele Ministério, Laudemira Sousa.

O segundo Conselho Consultivo do Ministério da Educação arrancou na quinta-feira, no Cuito, sob o lema “Os professores de que precisamos para a educação que queremos – O imperativo global para inverter a escassez de professores”.

O certame, presidido pela ministra da Educação, Luísa Grilo, abordou temas como os desafios da gestão dos recursos humanos, o programa de distribuição de bolsas de estudo do PATII, a educação pré-escolar e ensino primário, a gestão das escolas, o quadro legal do MED e as modalidades de avaliação no sistema educativo.

A titular da pasta da educação, reconheceu que apesar do crescente número de professores, o que “o país precisa é de quadros cada vez mas qualificados para responder as exigências do sector”.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.