Connect with us

Sociedade

Zungueiros defendem que 12 de março seja proclamado Dia da mulher Angolana

Published

on

Em pleno Março Mulher, os discursos de apreço e solidariedade a Juliana Cafrique, zungueira morta por um agente da polícia esta semana no Bairro Rocha Pinto, em Luanda,  foram no sentido de se acabar com a violência policial contra a mulher zungueira e dar dignidade à família angolana.

No cemitério do Benfica discursaram representantes da UNITA, MPLA, um representante da associação dos zungueiros e a Associação dos Taxistas Nova Aliança.

Tanto a associação dos zungueiros como a Nova Aliança, defendem que o 12 de Março seja proclamado como o dia da zungueira e da Mulher Angolana.

Juliana Cafrique nasceu aos 4 de Abril de 1990 no Libolo, província do Cuanza-Sul. Deixa viúvo e três filhos.

Colunistas