Connect with us

Politica

Zénu já devolveu ao Estado os 500 milhões de dólares

Published

on

A Procuradoria-Geral da República de Angola prorrogou no mês passado a medida de coacção – termo de identidade e residência – aplicada ao antigo presidente do Fundo Soberano de Angola José Filomeno dos Santos e ao ex-governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe.

Segundo a fonte, o facto acontece numa altura em que ao Estado angolano já foi restituído todo o valor que os “réus em Londres” se comprometeram a devolver, incluindo as custas com a equipa de advogados.

De acordo com informações a que o Novo Jornal teve acesso, a Mais Financial Services – à luz de um acordo firmado em Londres que previa a restituição dos 500 milhões de dólares, dos 24 milhões de euros da consultoria e mais dois milhões de euros dos honorários dos advogados do Estado angolano – procedeu ao pagamento dos referidos valores nos termos de um acordo por assinar entre as partes.

C/ Novo Jornal
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *