Connect with us

Mercados

ZEE distinguida como “Melhor de África”

Published

on

A Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo foi, recentemente, distinguida como a Melhor Zona do Continente Africano de 2022, nos domínios do digital, tecnologia e marketing, pela Organização das Zonas Económicas Africanas (AEZO), durante a sétima edição da cimeira anual que decorreu na cidade nigeriana de Abuja, de 30 de Novembro a 2 de Dezembro de 2022.

Para a o conselho de Administração da ZEE, a conquista reflecte o reconhecimento internacional pela excelência do desempenho de todos os colaboradores da ZEE E.P. numa área onde a criatividade e inovação são fundamentais.

“O prémio da AEZO confirma, igualmente, que o rumo traçado pelo Conselho de Administração está em consonância com o futuro no qual as novas tecnologias, e a capacidade de as operar com eficácia, serão um instrumento decisivo para alcançar resultados num mercado cada vez mais competitivo e exigente”, lê-se no comunicado da empresa, enviado ao Correio da Kianda.

De acordo ainda com o comunicado, a distinção da ZEE de Angola como a melhor do continente africano, confirma a qualidade dos serviços que tem vindo a prestar ao longo  da sua existência, com projectos que geraram mais de 6 mil novos empregos, na sua maioria preenchidos por cidadãos nacionais.

“A redução das importações, o aumento das exportações e a captação de investimento estrangeiro estão bem reflectidos na produção crescente da Zona Económica Especial, com a implementação nos últimos dois anos de projectos de investimento oriundos da Alemanha, Eritreia, Índia, Ruanda, Líbano e Angola, que representam um investimento superior a 725 mil milhões de kwanzas (cerca de mil milhões de euros) a cinco anos”, lê-se ainda.

Os empreendimentos da ZEE abrangem sectores produtivos como lacticínios, massas e outros bens alimentares (incluindo farinha de trigo, farinha de sêmola, salsichas, bolachas e charcutaria), detergentes, vestuário, utensílios plásticos, central termoeléctrica e dispositivos eléctricos, siderurgia, materiais de construção e exploração de centros de inspecção automóvel.

Entretanto, assume a “ambição de querer evoluir cada vez mais”, de se adaptar ao funcionamento de mercados regionais e continentais, que considera “altamente competitivos”, e reconhece que o seu alcance depende do maior nível de eficiência, de maior produtividade e de inovação, aliados à prestação de serviço de excelência a todos os empresários que procuram instalar-se na ZEE e contribuir para o crescimento da economia angolana.

A cerimónia de apresentação oficial da distinção acontece hoje, quarta-feira, as 13h00 na Administração da ZEE, num evento que também servirá para a celebração de Fim-de-Ano dos colaboradores da ZEE E.P. e será dirigida pelo Presidente do seu Conselho de Administração, António Henriques da Silva.

Colunistas