Conecte-se agora

Sociedade

Zango é o distrito com maior número de Hospedarias em Viana

António Sacuvaia

Publicados

on

[object object] - WhatsApp Image 2019 01 15 at 05 - Zango é o distrito com maior número de Hospedarias em Viana

O empreendedorismo no zango, começa a ganhar espaço. E é com hospedarias, que muitos jovens se estão a tornar empresários.

Pessoas ligadas ao mundo do negócio, e que pensam em empreender cada vez mais , consideram o zango, como sendo o melhor distrito de Viana , para abertura de Hospedarias. Um negócio, que segundo contam, tornou-se numa das melhores formas de se ganhar dinheiro em Viana.

Só no zango 4, o número de Hospedarias ultrapassa os 15, diferente dos zangos 1, 2 e 3, onde constatamos um número inferior, comparado com o zango 4.

Se por um lado a aposta no negócio de Hospedarias naquela distrito urbano de Viana consiste na perspectiva de se criar mais postos de trabalho, por outro, a mesma está ser associada por alguns cidadãos do zango-4, com o nível elevado de prostituição que se regista naquelas paragens, conforme contaram a reportagem do Correio da Kianda.

“ Aqui no zango 4 antes não tinha muitas hospedarias, mas agora, em cada sítio tem uma hospedaria, até casa estão a fazer hospedarias. No cajueiro por exemplo, tem um senhor que transformou a casa dele em Hospedaria. É o negócio do momento aqui. Mas também isso tudo é porque aqui tem muita prostituição. Conta, uma das interlocutoras ao Correio da Kianda.

Para termos mais detalhes do negócio, visitamos algumas hospedarias, e conversamos com alguns funcionários e clientes.

Para os clientes, segundo contam, quanto mais escondido e distante de casa for o local melhor… Justificando seus argumentos, com a possibilidade de ser visto por alguém conhecido.

“ Eu prefiro vir aqui, porque é um pouco distante da minha casa. E aqui poucas pessoas me conhecem. Como tenho mulher, e sou casado, então prefiro vir aqui no zango 4, mas eu vivo no zango 1. Justifica.

O preço e as condições oferecidas pelas hospedarias, é um outro pormenor não menos importante na atracção de clientes. Funcionárias, contam, que quanto mais acessível for o preço praticado, mais clientes aparecem.
A par dos preços, estão a higiene do local. Quanto mais limpo for, mais visita recebem.

“ Nós aqui cobramos duas horas 2500, diferente daquela outra hospedaria que cobram 1500 por hora. Nós temos muitos clientes não só por causa do preço, mas também pelas condições que nós oferecemos. Por exemplo, os nossos quartos têm agua-quente e fria, temos televisão e os quartos são cheirosos, e isso é que faz com que os clientes voltem sempre. Disse ao Correio da Kianda funcionaria de uma das hospedarias por nós visitada.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (14)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (240)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (12)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (13)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (15)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (60)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (7)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação