Connect with us

Sociedade

Zaire: ponte que liga Mbanza Kongo e Nzeto sem risco de desabamento, garante director do INEA

Published

on

O estado de degradação da ponte sobre o rio Loge, na província do Zaire, preocupa autoridades e automobilistas que circulam naquele troço.

A estrutura, que liga os municípios de Mbanza Kongo e Nzeto, apresenta sinais de degradação, e sinais de desgaste de betão em pilares, pelo que apelam às entidades competentes para a tomada de medidas preventivas.

Com 170 metros de comprimento e 15 de largura, a estrutura serve também de elo entre as províncias do Zaire e de Luanda, passando pela região do Bengo.

Os automobilistas que circulam naquela via pedem o envio de profissionais ao local para constatar a real situação e a consequente inversão do cenário.

Em reacção, o director provincial do Instituto Nacional de Estradas de Angola no Zaire, Manuel do Rosário Mendes, tranquiliza os automobilistas, adiantando que a ponte não corre risco iminente de desabamento.

Manuel do Rosário Mendes avança, por outro lado, que será feita uma reunião na capital do país, que deverá contar também com presença da empresa fiscalizadora, para se encontrar uma solução a propósito.

O responsável reafirma que à primeira vista, o quadro é assustador, mas não afecta a sua estrutura de suporte.