Connect with us

Economia

Webinar regista quinze potenciais investidores para gestão do NAIL

Published

on

Realizou-se esta terça-feira, 19, em Luanda, um webinar para apresentação do Novo Aeroporto Internacional António Agostinho Neto, e que contou com a participação de 15 empresas internacionais, consideradas potenciais investidoras para a infra-estrutura.

O referido evento do Ministério dos Transportes, organizado para investidores do sector, serviu também para dar a conhecer aos potenciais interessados os termos de referência do concurso para a sua gestão, que o Governo pretende lançar após a sua inauguração.

As empresas inscritas, consideradas como sendo das mais relevantes no domínio da gestão de infra-estruturas aeroportuárias, são provenientes da Europa, dos Estados Unidos, da China e da América Latina.

A concessão da gestão do Aeroporto Internacional António Agostinho Neto será feita por um período de 25 anos, extensível por mais 15, e dos critérios de elegibilidade para as empresas interessadas, quer individualmente quer em consórcio, que possuam o mínimo 150 milhões de dólares e experiência mínima de três anos em gestão de pelo menos um aeroporto com capacidade mínima para 10 milhões de passageiros/ano.

O Ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D’Abreu, que presidiu à sessão, mostrou-se satisfeito com o resultado obtido após duas horas e meia de reunião. “Durante este encontro tive a oportunidade de partilhar com parte considerável dos mais relevantes operadores aeroportuários do mundo as
possibilidades e as capacidades de investimento que encerra o Aeroporto Internacional António Agostinho Neto, em Angola.

Oportunidades relacionadas com a gestão da sua infra-estrutura, mas também dos serviços que vai disponibilizar e das actividades aeronáuticas que nele vão ser implementadas”, sublinha. Ricardo Viegas D’Abreu disse ainda “que o interesse manifestado pelas empresas presentes, quer na reunião conjunta quer nas sessões de esclarecimento one-to-one, permitem-nos antever um concurso altamente competitivo, com a participação dos maiores players internacionais do sector”.

Para reforçar a confiança dos investidores, esteve igualmente presente nesta sessão o Ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João, a quem coube fazer uma apresentação do quadro jurídico-legal em vigor em Angola, do ambiente de negócios e das recentes medidas que visam a simplificação do investimento estrangeiro no país, designadamente da isenção de vistos. Mário Caetano João apresentou ainda outras oportunidades de investimento em Angola, como a agricultura e o turismo de lazer e de negócios, a logística e a indústria.

Para Mário Caetano João “a inauguração e a entrada em funcionamento do Aeroporto Internacional António Agostinho Neto vai seguramente contribuir para a dinamização destes
outros sectores e com isso acelerar a diversificação económica de que Angola precisa e na qual está
seriamente empenhada”.

Participaram nesta sessão mais de 130 profissionais do sector da aviação civil e da banca de investimento, provenientes de mais de duas dezenas de países.

Com data de inauguração prevista para o dia 10 de Novembro, o novo aeroporto internacional de Luanda está a ser construído num terreno com uma área total de 75km2, e foi projectado para acolher aeronaves críticas de categoria F (Airbus – A380).

Vai ter capacidade para receber 15 milhões de passageiros/ano e está projectado para manusear um volume de carga de 130 mil toneladas/ano, numa primeira fase e 440 mil toneladas/ano posteriormente.

No passado dia 7 de Setembro foram publicados dados e informação aeronáutica relevantes sobre o Aeroporto Internacional António Agostinho Neto para conhecimento da comunidade da aviação civil mundial, estando a conclusão da sua certificação prevista para o final do mês de Outubro.