Connect with us

Desporto

“Vou ficar para não iniciar nenhuma batalha legal com o Barcelona”, diz Messi

Published

on

Lionel Messi confirmou nesta sexta-feira, 04, através de um vídeo disponibilizado na página Goal, que vai continuar no Barcelona, clube onde está há 20 anos.

O avançado argentino coloca, assim, ponto final na novela em torno do seu futuro, depois de há poucos dias ter deixado expresso o seu desejo de sair, desagradado com muitas decisões da direcção catalã nos últimos anos.

Porém, Josep Maria Bartomeu, presidente do clube, não mostrou qualquer disponibilidade para negociar a transferência do atacante, que vai continuar, pelo menos, até final desta temporada, altura em que termina o actual contrato.

“A derrota em Lisboa foi muito dura. Não estava feliz e queria sair. Não permitiram que isso acontecesse de nenhuma forma e vou ficar para não iniciar nenhuma batalha legal com o clube”, disse Messi na entrevista ao portal Goal e recuperada pelo A Bola.

Reiterou a sua intenção de cumprir o ano de contrato que lhe resta, em 2020/21.

“Sempre quis acabar a carreira no clube. Foi um ano muito difícil, em que sofri muito nos treinos, nos jogos e no balneário”, afirmou o internacional argentino.

Ainda de acordo com Messi, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, ter-lhe ia dito que poderia sair no final da época 2019/20. “O presidente disse sempre que no final da época eu poderia decidir se queria ir ou ficar, mas, no final, ele não cumpriu a sua palavra”, afirmou.

Messi, “Bola de Ouro” em seis ocasiões e “Bota de Ouro” noutras tantas, comunicou em 25 de Agosto ao Barcelona a sua intenção de sair, a custo zero, não tendo iniciado os trabalhos de pré-temporada da equipa, agora comandada por Ronald Koeman.

O jogador mostrou a intenção de abandonar o clube dias depois do desaire por 8-2 com o Bayern de Munique, nos quartos-de-final da Champions’2018/19, e da decisão do clube em prescindir de Luis Suárez, Rakitic e Arturo Vidal.

Por Angop

Colunistas