Connect with us

Destaque

Vídeo: Jornalista da Rádio Nacional de Angola fala de assédio sexual para ser promovida

Published

on

Hoje perguntaram-me, onde trabalho. Respondi: até então, na rádio nacional de angola. Isto, para não adicionar outras informações que não interessam. Luz feliz luzolo. É assim, pessoal: nunca me aproveitei da minha posição, para aparecer! Na rádio nacional de angola, já fiz de tudo um pouco, no que, a trabalho jornalístico, diz respeito! Se neste país, o mérito fosse valorizado, eu estaria de certeza, no lugar que me pertence!

https://www.facebook.com/100005856108218/videos/748505798687950/

Nunca publiquei aqui no facebook, imagens minhas nos vários estúdios de rádio, porque o jornalista, não é estrela! É profissional. Essas modas de exibições, são recentes, e revelam, o lado subjectivo das pessoas.

Trabalho nesta empresa há mais de 24 anos. Afastei-me por certo tempo, por descontentamento. Por ver que muita gente era promovida, sem capacidade. Por ter sido combatida, por gente, que para subir na vida, não olha a meios!

Hoje, tenho formação na área jornalística. Escrevo meçhor que muita gente, lá dentro. Falo melhor que muitos, e eles guerreaim-me! Por isso, vim a público denunciar o assédio moral , que sofro, lá dentro!

É provável, que eu tivesse que …, é o termo exacto. Com alguém lá dentro, para ter acesso àquilo, que é meu por direito. Não tenho lá padrinhos, nem primos do governo, nem sou mulher de ninguém lá dentro! Sei o que valho! Sei que sou profissional. E não vou aceitar, que me façam descer, ao mesmo nível, de gente que subiu na vida, a: tramar os outros, dormir com os chefes, ser bufa, ser de recados, ser pau-mandada!

Eu sou, acima de tudo! Profissional. Doa, a quem doer! Não vou, abrir as pernas para …, mal cheirosos e sidosos! Sofro!com a ostracização a que me submeteram!

Paula Pianchi

30.07.2017

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *