Connect with us

Sociedade

Venda ilegal de fármacos preocupa Ordem dos Farmacêuticos

Published

on

O negócio da venda ilegal de fármacos continua a preocupar a Ordem dos Farmacêuticos de Angola, que traça estratégia para travar este fenómeno.

A preocupação foi manifestada pelo presidente do conselho fiscal da Ordem, Wilson Anílbal, que lamenta o facto de os medicamentos estarem a ser comercializados em locais impróprios.

“Não podemos tapar o sol com a peneira e dizer que não existe, mas é um facto e já tem sido abordado, mas não pode ser só a Ordem a trabalhar, mas também a consciência humana. Devemos saber que estamos a dar medicamentos para pessoas, devemos nos colocar no lugar daquelas pessoas que vão tomar. Esta é a visão da Ordem, colocar os outros como se fossem superiores a nós”, disse.

Por outro lado, o responsável desencoraja os cidadãos a comprarem medicamentos aos comerciantes que operam à margem da lei.

“Qualquer produto que a gente compra a gente pode morrer. Como farmacêutico temos como principal garantir o bem vida. As grandes empresas no sector farmacêutico no país não fazem isso. Temos uma agência que é a ARMED que tem feito um grande trabalho para manter aquilo que é o bom nome da actividade farmacêutica no país”, orientou.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *