Connect with us

Economia

Utiliza internetbanking? Tome nota de oito cuidados que deve ter presente

Se utiliza com frequência este serviço, não se esqueça de garantir que o faz em segurança.

Redação

Published

on

O Internet Banking ou homebanking veio revolucionar a experiência que os clientes têm com os bancos, uma vez que facilita o acesso a algumas operações que anteriormente tinham de ser feitas numa agência ou balcão. Porém, é fundamental garantir que quando utiliza este serviço o faz em segurança. 

ComparaJá.pt reuniu oito cuidados que os clientes devem ter quando utilizam o homebanking. Tome nota:

  1. Evite a utilização de hiperligações diretas – “Nunca aceda à sua área de cliente do homebanking através de uma hiperligação direta. Estas podem ser um link que recebeu numa mensagem ou num e-mail, um endereço que gravou nos favoritos ou no histórico, ou um resultado de pesquisa. Ao invés, opte por escrever sempre o link completo de acesso à plataforma no browser.”
  2. Defina uma palavra-passe segura – “Escolha uma password única, que não utilize para nenhuma outra ligação menos segura (como, por exemplo, redes sociais) e certifique-se que o grau de proteção da mesma é forte.”
  3. Certifique-se de que o site tem autenticação forte do cliente – “Neste processo de autenticação, o banco solicita, pelo menos, duas das seguintes informações quando o cliente deseja efetuar uma operação de pagamento ou transferência: algo que só o cliente conhece, tal como, por exemplo, uma palavra-passe, um código ou um número de identificação pessoal (PIN); algo que só o cliente possui como um dispositivo de autenticação (token), um cartão inteligente ou um telemóvel; algo do próprio cliente, tal como uma impressão digital.”
  4. Certifique-se de que encerra a sessão – “Depois de utilizar o serviço de homebanking termine a sessão e garanta que fecha a página da instituição.”
  5. Consulte os movimentos e extratos de conta com regularidade – “Verifique com regularidade os movimentos das suas contas e repare na data e hora do último acesso ao serviço de homebanking, de forma a verificar se existem possíveis acessos ou movimentos que não tenham sido feitos por si.”
  6. Leia os termos e condições das apps  “Para instalar e utilizar as aplicações de homebanking, regra geral tem de conceder acesso aos seus dados pessoais. Certifique-se de que confia no provedor da aplicação e não deixe de se informar acerca dos termos e condições, bem como da respetiva política de privacidade da app.”
  7. Não aceda a redes Wi-Fi públicas – “Evite aceder ao serviço de homebanking através de redes Wi-Fi públicas, bem como utilizar equipamentos (computadores, smartphones e tablets) partilhados ou nos quais não confie.”
  8. Ative alertas de segurança e comunique à sua instituição se suspeitar de fraude ou roubo – “Ative os alertas de transferências e de débitos ou outros mecanismos de segurança que o seu banco disponibilize, no sentido de receber avisos caso existam movimentações suspeitas na sua conta. Caso suspeite de furto, roubo ou apropriação abusiva do cartão matriz ou de outro elemento de segurança utilizado para realizar operações financeiras através do seu serviço de homebanking, informe de imediato o seu banco.”

 

C/ NM

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania