Connect with us

Mundo

USD 200 mil são gastos com geradores no Níger, diz responsável da UNICEF

Published

on

Mais de 200 mil dólares são gastos em geradores no Níger para poder conservar vacinas contra a poliomielite e rotavírus, diz o responsável da agência das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Para o representante do órgão, Stefano Savi, o número representa um aumento de aproximadamente 10 mil dólares por mês.

O chefe da UNICEF no Níger avança ainda que 90% de energia eléctrica que o Níger consome depende da vizinha Nigéria, mas as sanções empostas pelo bloco regional da África ocidental, CEDEAO, está a afectar a população, causando aumento do preço das mercadorias.

“Os residentes não estão a ter acesso facilmente ao dinheiro e as pessoas estão a viver no escuro, isso está a afectar gravemente o sistema de saúde, principalmente a capacidade de manter cerca de 28 milhões de doses de vacina no frio neste país”, lamentou.

A Nigéria cortou o abastecimento de energia elétrica, em forma de sanções, após soldados no Níger derrubarem o presidente Mohamed Bazoum, em Julho, no entanto, a CEDEAO tem lutado para evitar golpes na região – Mali e Burkina Faso tiveram dois cada, desde 2020 – e vê o golpe do Níger como demais, impondo duras sanções e ameaçando a força militar, se o chefe de Estado do Níger não for restabelecido.

“A UNICEF só tem dinheiro suficiente até ao final de Agosto e está a apelar aos doadores para fundos de emergência”, clama

Colunistas