Connect with us

Economia

UNITEL: Bónus de Isabel dos Santos decididos em assembleia de acionistas

Published

on

Os acionista da UNITEL, operadora de telefonia móvel em Angola, vão reunir-se as 10 horas, do dia 25 de Março próximo, em Assembleia Geral extraordinária para, entre outros pontos, exarar uma deliberação sobre bonus da ex-adninistradora, Isabel dos Santos.

A convocatória, assinada pelo Presidente de Mesa da Assembleia Geral, Aguinaldo Jaime, refere ainda que o primeiro ponto da agenda de trabalhos da reunião do próximo dia 25 de Março, servirá também para a prestação de informações sobre a renúncia do Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Geral da UNITEL.

O general Leopoldino Fragoso dos Nascimento renunciou, em Dezembro de 2021, ao cargo de Vice-Presidente de Mesa da Assembleia Geral, que vinha a desempenhar na estrutura da empresa, pelo facto de, na condição de maior accionista da empresa GENI (que detém 25 por cento do capital da UNITEL), ter sido alvo de uma acção do Tesouro americano, que congelou todos os seus activos naquele país.

A 14 de Janeiro último a Procuradoria Geral da República (PGR) anunciou a apreensão de 25% das participações sociais que a Sociedade Comercial GENI detinha na UNITEL, que entretanto foi revertida a favor do Estado, a propósito de um processo de investigação patrimonial e financeiro.

A agenda da reunião, que será em formato hidrido, consta também informação sobre o direito de voto das empresas accionistas Geni e Vidatel na operadora móvel, bem como o processo recuperação de empréstimos à sociedade de Unitel Internacional Holding.

A Vidatel é uma operadora estrangeira de serviços de telecomunicações, atraves da qual a empresária Isabel dos Santos detinha 25% de acções na UNITEL.

A Venda da participação do Banco Portugues de Investimentos (BPI) no Banco de Fomento Angola (BFA) será também objecto de análise na Assembleia hibrida, cuja a presença física tem lugar agendado no 2º andar do edifício 4 do Complexo Unitel, no sector 22 de Talatona.