Connect with us

Eleições 2022

UNITA reconhece potencialidades agrícolas de Malanje

Published

on

O Presidente da UNITA e candidato à Presidente da República, Adalberto Costa Júnior, reconheceu nesta segunda-feira, 08, as pontencialidades agrícolas que a província de Malanje possui, que entretanto classificou como sendo potencialidades “sem limites e com condições para desenvolver a agricultura familiar”.

O lider do galo negro falava num acto de massas, de campanha eleitoral, tendo sublinhado que Malange tem produtos agrícolas que se diferenciam das demais, no caso da mandioca, ressaltando ser a região uma das “campeãs produtoras” desse tubérculo.

“Malanje tem muita riqueza, como o diamante no subsolo. É uma terra rica, com povo forte e que tem tudo para vencer”, disse o candidato a Presidente da República, para quem os jovens malanjinos mostram que estão determinados a não “deixar fugir o futuro”, mas “agarrar com duas mãos” a condição de se realizarem na sua província.

À semelhança do que já fez em Luanda, Bié e Huambo,  Adalberto Costa Júnior transmitiu aos apoiantes em Malanje as línhas de força do programa de governação da organização.

No seu manifesto eleitoral, a UNITA promete reformar o Estado e melhorar a qualidade do sistema de educação, da saúde, bem como o acesso à habitação e ao emprego, a promoção da economia de mercado, erradicação das assimetrias regionais e facilitação de créditos com juro bonificado.

Além desse partido, concorrem ao pleito eleitoral, de 24 de Agosto próximo, o MPLA, PRS, FNLA, PRS, APN,PHA, P-NJANGO (estes dois últimos pela primeira vez) e a coligação CASA-CE.

Essas oito formações políticas disputam a conquista dos votos de 14 milhões 399 mil eleitores, dos quais 22 mil 560 residem no estrangeiro e votam, pela primeira vez, nas quintas eleições na história de Angola, depois das de 1992, 2008, 2012 e em 2017 onde a UNITA obteve 51 deputados nas eleições gerais.