Connect with us

Politica

UNITA reafirma compromisso com a Frente Patriótica Unida

Published

on

Durante o discurso de inauguração da nova sede nacional da UNITA, situada no prédio onde estava instalada a CASA-CE, em Luanda, o líder do Grupo Parlamentar do maior partido na oposição reafirmou o compromisso que ainda mantém com a Frente Patriótica Unida (FPU).

“A UNITA é a vanguarda da Frente Patriótica Unida na defesa do cidadão”, disse, Liberty Chiyaka, num discurso proferido esta quinta-feira, 30, para diversas entidades presentes no acto de inauguração.

Composta pela UNITA, Bloco Democrático e Pra-Já Servir Angola, a FPU foi criada como “uma estratégia pré-eleitoral ad-hoc”, que visava contornar possíveis entraves da justiça angolana, reunindo na mesma frente nomes fortes da política nacional, como Abel Chivukuvuku e Filomeno Vieira Lopes.

Após a derrota nas eleições de Agosto de 2022, os dois políticos integraram a lista de deputados da UNITA à Assembleia Nacional, e, desde então, começaram especulações sobre qual seria o rumo que os envolvidos pretendiam dar à tentativa de unificação dos partidos da oposição no país.

De recordar, que desde Dezembro de 2022, a CASA-CE assumiu não ter capacidade financeira de custear a renda do imóvel onde estava instalada, que, segundo fontes, pagava um valor de mais de seis milhões de kwanzas mensal na sua antiga sede nacional, localizada no Distrito Urbano da Maianga.

À época, foi anunciado que Chivukuvuku, que deixou em meados de 2019 a coligação da qual foi fundador, estaria interessado no arrendamento do imóvel que pertenceu a que já foi considerada como terceira maior força política de Angola e agora recebe a nova sede nacional da UNITA.