Connect with us

Politica

UNITA diz que mau estado das vias de acesso à aldeia de Lopitanga pode condicionar as exéquias de Savimbi

Redação

Published

on

A UNITA solicitou a intervenção da administração do Estado para que crie as condições para uma melhor circulação nas vias de acesso à aldeia de Lopitanga, arredores do município do Andulo, província do Bié, onde vão decorrer as exéquias do fundador do partido, Jonas Malheiro Savimbi.

Esta foi a decisão saída de uma reunião entre o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, e os membros das diferentes subcomissões da comissão executiva das exéquias de Jonas Savimbi, criada pelo partido.

Durante a reunião, foi feito o ponto da situação do estado dos preparativos das exéquias, tendo os participantes o considerado positivo. En-tretanto, os participantes encararam como preocupante o estado das vias de acesso à aldeia de Lopitanga e das pontes sobre os rios que as atravessam, tendo solicitado a intervenção urgente dos órgãos da administração do Estado.

As exéquias de Jonas Sa-vimbi, inicialmente previstas para o passado dia 6 deste mês, foram adiadas pelo facto de não terem chegado oficialmente à direcção do partido nenhum dos três relatórios sobre as análises ao ADN do fundador da UNITA, feitos por instituições portuguesas, sul-africanas e angolanas.

 

C/ JA