Connect with us

Politica

UNITA desafiada a apresentar vítima de ataque à caravana no Cuando Cubango

Published

on

Informação chegada a instantes à nossa mesa de redacção de fonte fidedigna avança que o ataque contra a caravana dos deputados da UNITA foi perpetrado por populares locais, e não tem envolvimento de militantes do MPLA.

A fonte que temos vindo a citar, “desafia a UNITA a apresentar o corpo e o nome da alegada vítima mortal” considerando falsa a alegada morte de um integrante.

Informou que o governo provincial poderá se pronunciar, se a UNITA apresentar os factos que alega na denúncia.

Por outro lado, a polícia no Cuando Cubango teria alertado a comitiva sobre o risco que a caravana poderia correr, e orientou-se, na ocasião, para optar por um outro itinerário, o que foi ignorado pelos deputados da UNITA.

À semelhança de Nankova, alega-se que “a UNITA não goza de simpatia no Município de Mavinga”, pelo que, considera falsas as acusações de que os militantes do partido que sustenta o governo tenha suas impressões digitais no que ocorreu no troço Menongue, Longa Mavinga.

Ataque à comitiva da UNITA resulta em um morto e 20 feridos no Cuando Cubango

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.