Connect with us

Politica

UNITA censura matéria sobre Fundação Savimbi na Rádio Despertar

Published

on

Fontes próximas ao Sovsmo disseram à Rádio Correio da Kianda que “dirigentes da UNITA teriam orientado o director da Rádio Despertar para não passar a matéria relacionada com a Fundação Jonas Malheiro Savimbi”, fruto da conferência de imprensa promovida por Isaías Samakuva, enquanto coordenador da FJMS.

Entretanto, um dos comentadores do programa emitido às terças feiras naquela rádio afecta ao galo negro, abandonou o estúdio por ordem alegadamente de Marcial Dachala, porta voz do partido.

Publicada em Diário da República em Junho passado, a Fundação Jonas Savimbi tem, dentre outros objectos e fins, apoiar as pessoas portadoras de deficiências, participar no esforço de erradicação das minas antipessoais, promover a criação de emprego para as pessoas com deficiências, apoiar pesquisa e estudos de desenvolvimento e difusão da vida e obra de Jonas Malheiro Savimbi em particular e de outras personalidades nacionais em geral.

Tem como um dos curadores, o antigo líder da UNITA, Isaías Samakuva. Contudo, a sua apresentação, em Luanda, ficou marcada pela ausência da liderança do maior partido da oposição, sobretudo, do actual presidente, Adalberto Costa Júnior.

Recordar que há um ano, Samakuva reuniu-se com João Lourenço, no Palácio Presidencial, na Cidade Alta, tendo como ponto alto do encontro a criação da Fundação em homenagem ao líder fundador da UNITA, morto em 2002.

Fundação Savimbi é novo impulso do Estado no processo de reconciliação nacional, diz José Kachiungo