Connect with us

Politica

UNITA acusa Rui Galhardo de tentar subornar médico para falsificar teste e incriminar ACJ por pedofilia

António Cassoma

Published

on

O maior partido na oposição, UNITA, disse, em conferência de imprensa realizada nesta quarta-feira, 24, que vai accionar as instâncias judiciárias para que o cidadão Rui Galhardo da Silva prove em tribunal as “fortes acusações” feitas, na semana passada, ao presidente deste partido, Adalberto Costa Júnior, sobre prática de falsificação de documento e de violação a menores.

Respondendo assim as perguntas de jornalistas presentes no local, o secretário geral da UNITA, Álvaro Daniel Tchicuamaga, revelou que Rui Galhardo tentou subornar um médico e a sua família para produzir um relatório médico de um aborto a uma menor e na descrição dos trâmites do relatório médico colocar o presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, como pedófilo e outros crimes da mesma natureza.

O pai do suposto médico, presente na conferência de imprensa, fez saber que Rui Galhardo da Silva tentou suborná-lo com 20 milhões de kwanzas para convencer o seu filho a produzir tal relatório e em troca o profissional de saúde receberia mais de 50 milhões de kwanzas.

O encontro, que serviu também para o maior partido na oposição apresentar a sua visão da actual situação política do país, a UNITA disse que as acusações feitas ao seu presidente, de violação e pedofilia, por serem graves, as mesmas não podem ficar impunes. Álvaro Daniel deixou claro que “não se deve brincar com a vida íntima das pessoas”, sublinhando que o seu partido vai levar o assunto às instâncias judiciárias.

“As acusações de pedofilia que este senhor fez são graves e ele terá que provar”, disse e acrescentou que “ele tentou subornar um médico para forjar tais crimes. Isso não é brincadeira, estamos a tocar na vida privada das pessoas”, e alertou que “isto não vai ficar por aqui”.

A UNITA reforça o seu total apoio ao seu presidente: “Adalberto Costa Júnior é o presidente da UNITA, foi eleito no congresso, e nós estamos solidários com ele até as ultimas consequências”, assegurou o secretário geral do Galo Negro.

Por sua vez, a primeira vice-presidente do partido fundado por Jonas Savimbi, Arlete Chimbinda, respondendo as questões sobre a renúncia ou não da nacionalidade de Adalberto e sobre a sua formação superior em engenharia, Arlete disse que conhece “Adalberto Costa Júnior. É engenheiro e conheço a instituição por onde ele se formou. Quem tem outra informação que venha ao público com as supostas provas”, frisou.

Já o porta-voz da UNITA, Marcial Dachala, disse que “quem ataca o presidente Adalberto Costa Júnior, está a atacar completamente a UNITA. A UNITA e o seu presidente são inseparáveis”, finalizou.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (24)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (86)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (19)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD