Connect with us

Mundo

União Europeia exige libertação de presidente deposto do Níger

Published

on

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, exigiu esta quarta-feira, 27, a libertação do presidente Mohamed Bazoum, deposto num golpe de Estado pela junta militar do Níger.

“Assinalam-se hoje cinco meses desde que o Presidente Mohamed Bazoum foi detido pela junta militar do Níger. Seguindo o exemplo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), a UE continua a exigir a sua libertação e a da sua família”, escreveu o alto representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, numa publicação na rede social X (antigo Twitter).

A posição surge depois de, em meados deste mês, o Tribunal da CEDEAO ter dado razão aos advogados de Mohamed Bazoum e ordenado a libertação imediata e incondicional, bem como o regresso ao poder.

De acordo com a imprensa internacional, Mohamed Bazoum está em prisão domiciliária, na residência presidencial, com a esposa Haziza e o filho Salem, desde que foi deposto pelo golpe de Estado ocorrido em Julho deste ano.