Connect with us

Economia

Um mês depois DP World paga USD 150 milhões ao Porto de Luanda

Published

on

Mais de 30 dias depois da assinatura do contrato de concepção do Terminal Multiuso do Porto de Luanda, a empresa Dubai Ports World procedeu ao pagamento dos 150 milhões de dólares às contas do Porto de Luanda, quando a cláusula do referido contrato determinava a entrega do referido valor no acto de assinatura do contrato, rubricado pelas partes a 25 de Janeiro de 2021.

Numa nota, enviada nesta segunda-feira à redacção do Correio da Kianda, o conselho de Administração do Porto de Luanda informa que a empresa sediada nos Emirados Árabes Unidos, procedeu no passado dia 25 de Fevereiro ao pagamento do montante de 150 milhões de dólares norte-americanos, acordados no contrato assinado a 25 de Janeiro do corrente ano.

Na sequência, informa ainda o porto, neste domingo 28 de Fevereiro procedeu-se a entrega formal da infra-estrutura à DP World, vencedora do concurso público internacional, lançado em Dezembro de 2019, para a gestão do Terminal Multiuso do Porto de Luanda, para a sua gestão nos próximos 20 anos.

O acto de entrega foi feito pelo Administrador para a área Comercial, Gestão das Concessões e Tecnologias de Informação e Comunicações, Miguel Marcos Vidal Pipa, e a recepção, pela DP World, na qualidade de concessionária, pelo seu Director Geral, Francisco Javier Pinzon Barragen, que assinou o documento.

No âmbito do contrato de concessão, a DP World comprometeu-se a implementar um ambicioso plano de investimentos num valor superior a USD 190 milhões que compreenderá a reabilitação da infra-estrutura física do cais do Terminal Multiuso, a realização de obras civis necessárias para implementar um novo plano de organização do terminal, reabilitação e aquisição de equipamentos que permitirão a transição da operação do terminal para uma operação alicerçada em gruas RTG, em linha com as melhores práticas internacionais.

O contrato de concessão prevê a manutenção dos postos de trabalho dos trabalhadores afectos ao Terminal Multiuso e a implementação de um arrojado plano de treino e formação, visando, em especial, a garantia de formação e capacitação dos trabalhadores angolanos afectos ao terminal, bem como a inserção de quadros angolanos de nível médio e superior nas diferentes áreas da gestão do terminal.

O contrato de concessão do referido terminal foi rubricado no dia 25 de Janeiro de 2021, em Luanda, pelo Presidente do Conselho de Administração do Porto de Luanda – E.P, Alberto Bengue, e pelo Presidente do Grupo e o CEO da DP World, Sultan Ahmed Bin Sulayem.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Pedro Henrique

    02/03/2021 at 11:39 am

    Esse valor se for bem canalizado vai servir para suprir muita necessidade dentro do sector.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Colunistas