Connect with us

Sociedade

Uíge: mau estado da via leva munícipes do Songo a transportar doentes em tipoias

Published

on

Os habitantes das várias aldeias afectas ao município do Songo, província do Uíge, dizem-se isolados pelo mau estado das vias de comunicação.

A principal dificuldade acontece em casos de doença, o que obriga os habitantes das comunas do município a transportar, em tipoias, as pessoas doentes.

O soba da região afirmou, por exemplo, que dada a distância com a sede do município, muitas vezes, pernoitam pelo caminho, em busca de tratamento médico.

Essa realidade, de acordo com aqueles habitantes, deve-se há falta de unidades sanitárias nas aldeias.

“Em questão de doença nós andamos a sofrer de andar até no Kiluando até ou no Macoco a pé com tipoias nos ombros. Não chegamos no mesmo dia, andamos a dormir no caminho”, disse o soba da região, acrescentando que “temos carência de caminhos, estradas, escolas, hospital”.

A principal dificuldade é a falta de vias de comunicação trafegáveis.

“Aqui o povo está a sofrer muito por causa da [falta de] estrada, escola, hospital”, afirmou.

Nesta terça-feira, as mais de 10 mil famílias daquela localidade da província do Uíge, beneficiaram-se da entrega de valores do programa de transferência sociais monetárias, denominado Kwenda.

O director provincial do Fundo de Apoio Social (FAS), no Uíge, Nanizai Capitão, disse à imprensa, que para equipa do Kwenda chegar na região enfrentaram dificuldades por conta do mau estado da via que lida a sede municipal às comunas do município.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *