Connect with us

Mundo

Ucrânia: “Proteger as pessoas que sofreram bullyng em Kiev é objectivo”, explica Putin a João Lourenço em conversa telefónica

Published

on

O presidente da Russia, Wladmir Putin, disse nesta quinta-feira, 28 de Abril, ao seu homólogo angolano, João Lourenço, que o ataque à Ucrânia visa “proteger as pessoas que sofreram bullyng por oito ano e genocídio pelo regime de Kieve”.

Segundo o serviço de imprensa do Kremlin, foi o presidente João Lourenço quem telefonou para o homólogo russo a inquirir Moscovo sobre os objetivos da operação especial russa na Ucrânia, tendo Wladmir Putin explicado que visa proteger Donbass.

“Proteger as pessoas que sofreram bullying por oito anos, genocídio pelo regime de Kiev”, disse Putin, citado numa publicação amplamente difundida pela imprensa.
Uma das medidas de Putin é a “desmilitarização e desnazificação da Ucrânia”, para levar à justiça todos os criminosos de guerra responsáveis por “crimes sangrentos contra civis” do Donbass.

De acordo com o Ministério da Defesa da Federação Russa, as Forças Armadas atacam apenas a infraestrutura militar e as tropas ucranianas e, a partir de 25 de março, cumpriram as principais tarefas da primeira etapa – reduziram significativamente o potencial de combate da Ucrânia. O principal objetivo do departamento militar russo era a libertação do Donbass.
Além de proteger o Donbass, ao estadista angolano Vladimir Putin fez avaliações fundamentais da situação nas negociações com representantes ucranianos, sobre os objetivos da operação militar especial.

Os dois estadistas se mostraram satisfeitos com o nível de relações amistosas alcançadas foi expressa por ambos os lados. O compromisso com o seu desenvolvimento, incluindo a cooperação nas esferas comercial, econômica, científica e técnica, foi confirmado.

Colunistas