Connect with us

Mundo

Ucrânia: 5,2 milhões de crianças precisam de ajuda humanitária urgente

Published

on

Cerca de 5,2 milhões de crianças ucranianas precisam urgentemente de ajuda humanitária. O alerta é do Fundo das Nações Unidas para a Infância divulgado hoje para coincidir com as comemorações do Dia da Criança, segundo a RFI.

 A guerra está a ter “consequências devastadoras para as crianças numa escala e velocidade nunca vistas desde a Segunda Guerra Mundial”, pode ler-se na nota de imprensa da UNICEF hoje divulgada. O Fundo das Nações Unidas alerta, ainda, para a existência de 2.2 milhões  de crianças refugiadas em outros países devido ao conflito, que forçou dois em cada três menores a deixarem as suas casas.

Pelo menos 262 crianças foram mortas e outras 415 ficaram feridas na guerra na Ucrânia, essencialmente em ataques com armas explosivas em áreas povoadas. Ataques que também danificaram ou destruíram infra-estruturas vitais para as crianças, incluindo escolas, centros educacionais e unidades de saúde.

Catherine Russell, directora executiva da Unicef, sublinha que “a guerra destruiu a vida de milhões de crianças” e acrescentou que “sem um cessar-fogo urgente e uma paz negociada, as crianças continuarão a sofrer”.

A UNICEF alerta para o facto de estas crianças correrem sérios riscos de separação familiar, violência, abuso, exploração sexual ou de caírem em redes de tráfico humano.

A organização já prestou assistência a mais de 610 mil crianças e cuidadores psicossociais no conflito e apela à doação de 948 milhões de dólares para financiar a sua resposta humanitária, quer na Ucrânia, quer nos países de acolhimento de refugiados ucranianos.

A guerra que começou a 24 de Fevereiro de 2022 já causou a fuga de mais de oito milhões de pessoas, das quais mais de 6,8 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados das Nações Unidas.