Connect with us

Mundo

Turquia quer retirar nacionalidade a Fethullah Gulen

Published

on

De acordo com uma nota oficial do Ministério do Interior, um total de 130 pessoas vão ser notificadas, apesar de se encontrarem no estrangeiro, e que incorrem à perda da nacionalidade turca caso não regressem ao país nos próximos três meses.

Entre os 130 nomes constam Fethullah Gullen, atualmente a residir nos Estados Unidos, e dois dos principais deputados do principal partido pró-curdo da Turquia (HDP), Tugba Hezer Ozturk e Faysal Sariyildz, também ausentes do país.

Se estas pessoas “não regressarem à Turquia nos próximos três meses, será publicamente decretada a perda de nacionalidade turca”, refere a nota oficial que evoca o decreto-lei publicado na sequência da tentativa de golpe de Estado de 15 de julho do ano passado.

NM

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas