Connect with us

Mundo

Trump diz que sempre quis despedir director do FBI

Published

on

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira sempre ter tido a intenção de despedir o director do FBI, enquanto a Casa Branca tentava convencer a opinião pública de que a decisão não teve motivações políticas.

“Eu ia despedi-lo quaisquer que fossem as recomendações” do secretário da Justiça, Jeff Sessions, e do seu adjunto, Rod Rosenstein, declarou o Presidente norte-americano numa entrevista à televisão NBC.

“É um gabarola, um fanfarrão”, acrescentou, embora reconhecendo que perguntou a James Comey, que despediu na terça-feira, se ele mesmo, Trump, era alvo da investigação da polícia federal (FBI) sobre a alegada ingerência russa nas eleições presidenciais norte-americanas de novembro passado — uma declaração que pode expô-lo a acusações de ingerência no inquérito.

“Se lhe perguntei? Sim. Eu disse ‘Se for possível, poderia dizer-me se sou alvo de investigação?’ e ele respondeu ‘O senhor não é alvo de investigação'”, explicou Trump.

O vice-Presidente, Mike Pence, e vários responsáveis da Casa Branca sublinharam na quarta-feira que Donald Trump despediu Comey seguindo as recomendações de Sessions e Rosenstein.

“O Presidente Trump tomou a decisão certa no momento certo de aceitar a recomendação do subsecretário e do secretário da Justiça para demitir (…) o director do FBI”, disse Mike Pence na quarta-feira.

Fonte: cmjornal

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas