Connect with us

Sociedade

“Tripulantes do navio naufragado gozam de boa saúde”, garantem autoridades

Published

on

O Instituto Marítimo Portuário de Angola, em comunicado enviado ao Correio da Kianda, informa que os 16 tripulantes do Navio de Pesca Industrial (Gaiola), denominado “Onda Mar”, foram resgatados com vida, por volta das 12h30, do passado dia 06 de Setembro, depois de terem sido dados como desaparecidos na sequência do naufrágio da embarcação, pelas 16h de sábado 04 de Setembro. Neste momento, todos os tripulantes “gozam de boa saúde” e a instituição informa que será instaurado um processo para apuramento das causas que levaram ao naufrágio da embarcação “Onda Mar”.

O relato sobre o desaparecimento, segundo o documento, foi feito às 16 horas de sábado, mas as operações de busca marítimas só tiveram início as 09 horas de domingo, 05, com recurso ao navio Oceânico Nzinga Mbandi, da Marinha de Guerra Angolana, ao passo que as buscas aéreas tiveram início por volta das 14h11.

Dentre as diligências efectuadas, constam o alerta SOS de aviso aos navegantes e a criação de um gabinete de crise, em coordenação com o Centro Operacional da Marinha de Guerra Angolana, a Coordenação da Operação transparência no Mar, e a Força Aérea Nacional, para as buscas combinadas marítimas e aéreas, tal como recomendam as normas de operações de salvamento marítimo.

A realização de acções de simulações para aferir a direcção exacta do vento, e se identificar a possível localização da balsa salva-vidas, e o lançamento de apelos aos navios e plataformas que operam na área provável, com vista ao regate da tripulação, foram também realizados pela autoridades.

O comunicado que temos vindo a citar, garante ainda que foi também engajada a ENNA, cujos controladores de trafego áereo foram orientados a solicitar às aeronaves em descolagem ou em aproximação aos aeroportos para que sobrevoassem a zona provável, e iniciaram-se, igualmente, contactos com a SONAIR para se considerar a inclusão de helicópteros para a missão de resgate.

Entretanto, o recurso a esses meios, acrescenta ainda o documento, não se considerou necessário o seu uso, pelo facto de a balsa ter sido localizada pelo navio Thor Chayaio, que de seguida lançou um SOS, prontamente atendido pelo navio Pacific Guillemon, operado pela empresa Total Angola E.P., culminando assim com o resgaste dos dezasseis tripulantes, por volta das 12h30 de segunda-feira, 06 de Setembro de 2021, “todos gozando de boa saúde”.

Sobre o navio

Registada em São Tomé, sob a matrícula STP-037-PC, a Embarcação de Pesca Industrial (Gaiola), denominada “Onda Mar”, operava em águas sob jurisdição nacional, desde 18 de Dezembro de 2018. O naufrágio ocorreu no trajecto Lobito-Luanda, a 28 milhas náuticas a oeste das Palmeirinhas nas coordenadas 08º 48´ Sul de Latitude e 012º 40´ Este de Longitude. Entretanto, uma comissão de inquérito foi criada para apurar as causas do acidente, que envolveu 16 tripulantes, todos de nacionalidade angolana.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (13)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD