Connect with us

Justiça

Tribunal de Luanda coloca Ginga Shopping e Victória Office à venda por USD 40 milhões

Published

on

Em causa está uma dívida ao Banco Millénium Angola, que a empresa Génea Angola usou, por empréstimos, para a construção das duas infraestruturas, localizadas no município de Viana, em Luanda.

A notícia é avançada pelo Novo Jornal, que cita um aviso publicado pelo Tribunal provincial de Luanda, no Jornal de Angola no passado dia 11, segundo a qual, a 30 de Maio corrente, será aberta a proposta de venda do Ginga Shopping e do Edifício Victória Office, localizados na estrada Viana-Calemba 2, entre os bairros Luanda Sul e Jacinto Tchipa.

A venda se destina ao pagamento do «calote» de mais de 16 mil milhões de kwanzas (40 milhões de dólares), que a firma Genea – Administração, Incorporações e Participações, Limitada tem junto do Banco Millennium Atlântico.

O processo, de acordo com a publicação, data de Dezembro de 2019, quando o Tribunal Provincial de Luanda ordenou a penhora do Ginga Shopping e do edifício de cinco pisos Victoria Office, na sequência de uma queixa do Banco Millennium Atlântico, por incumprimento nos pagamentos da parte da empresa Genea – Administração, Incorporações e Participações, Limitada, na altura, o equivalente em kwanzas a mais de 31,1 milhões de dólares.

Volvidos mais de dois anos, fica decidido pelo tribunal que o prédio rústico onde foi implementado o imóvel Ginga Shopping, com várias lojas, e que possui uma área total de 6.685.2000 metros quadrados, deve ser comercializado, à partida, acima de 7,5 mil milhões de kwanzas, correspondentes a 18,5 milhões de dólares, indica o documento assinado pela juíza de direito da 1.ª Sessão, Zaira Vasconcelos, da sala do Cível e administrativo do Tribunal da Comarca de Luanda.

Já o prédio rústico Victoria Office, com cinco pisos em que o piso térreo se destina à área comercial, vai ser colocado à venda a mais de 8,5 mil milhões de kwanzas, equivalente, actualmente, a 21 milhões de dólares, avança o documento com o processo n.º 2132/18.

No total, os dois empreendimentos estarão à venda ao preço de 40 milhões de dólares.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Colunistas

© 2017 - 2022 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD