Connect with us

Sociedade

Tribunal de Luanda apreende imóveis da Jefran

Published

on

Por ordens do Tribunal Provincial de Luanda começaram, na manhã desta quarta-feira, 07, a serem arrestados vários imóveis pertencentes a empresa Jefran, que tem como seu director geral, Francisco Silva, acusado por mais de 300 famílias de burla e de incumprimento contratual, na compra e venda de residências nas zonas do Benfica.

Jefran

Segundo uma fonte do Correio da Kianda junto da Procuradoria-Geral da República, que confidenciou a este jornal, na manhã de hoje, os primeiros bens a serem arrestados pelos oficiais da Polícia Nacional e da PGR, que se fazem acompanhar dos lesados, foram as vilas Jericó e a Master Seguros, ambos localizados no sentido Via-Expressa, estando na mira dos arrestos todas as empresas e vilas ligadas ao grupo Jefran, Xico Bless e Francisco Silva, com destaque para a Clínica Anjos da Guarda.

Conforme apurou o Correio da Kianda, desde as primeiras horas da manhã que começaram a se efectuar os arrestos, que Francisco Silva encontra-se ausente dos seus imóveis.

Segundo uma fonte deste jornal, na sequência dos arrestos registou-se uma certa resistência por parte de alguns funcionários na Master Seguro, onde alguns funcionários da referida empresa, tentaram impedir os oficiais da PGR de afixarem o Selo Judicial.