Connect with us

Sociedade

Tribunal de Luanda absolve activista Laurinda Gouveia detida pelo crime de desobediência

Published

on

O Tribunal Provincial de Luanda “Dona Ana Joaquina” absolveu, na sexta-feira, 05, a activista angolana Laurinda Gouveia, acusada dos crimes de injúria aos órgãos de soberania e desobediência à ordem de dispersão.

A informação foi avançada pelo advogado Zola Bambi, tendo acrescentado que Laurinda Gouveia foi detida na sequência da tentativa de uma marcha que tinha como objectivo a liberdade de expressão e libertação de figuras consideradas presos políticos em Angola, tendo como ponto de chegada o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos.

De acordo com o advogado Zola Bambi, além de Laurinda Gouveia foi também julgado o seu marido, igualmente absolvido, que a acompanhava na referida marcha e foi levado para uma esquadra de polícia.

Segundo o causídico, o grupo obedeceu à ordem de dispersão dada pela polícia e a activista foi detida quando já caminhava em direcção à paragem de táxi, tendo passado a noite numa esquadra.