Connect with us

Politica

Tribunal Constitucional “chumba” providência cautelar da UNITA

Published

on

O Tribunal Constitucional negou provimento à providência cautelar interposta pela UNITA, que pretendia que fosse rejeitada a acta dos resultados eleitorais.

A UNITA requereu na sexta-feira passada (02.09) ao Tribunal Constitucional que fosse declarada a ineficácia da acta dos resultados definitivos das eleições de 24 de agosto – que deram a vitória por maioria absoluta ao MPLA e que a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) fosse intimada a admitir as suas reclamações.