Connect with us

País

Transição no MPLA em debate no CIP-Angola

Published

on

O General Silva Mateus e o político Daniel Marcelino Da Silva vão debater na próxima quarta-feira 15/03/2017 pelas 15horas, mais um tema: “Transição no MPLA e Perspectivas para eleições de Agosto Próximo”,  com objectivo de conhecer melhor o programa eleitoral deste partido.

Mateus e  Daniel são dois políticos ligados ao MPLA, partido que governa Angola a mais de 40 anos.

O debate que terá uma plateia, terá lugar no Anfiteatro do Instituto Superior de Ciências de Administração e Humanas, cita na Via Expresso, quem vai em direcção ao Benfica, antes do 11 de Novembro, na paragem da SOMAGUE.

O Centro de Integridade Pública, CIP-Angola, existente a três anos, e já  lançou várias iniciativas. Tal como, investigou Deputados angolanos acusados de não pagarem subsídios aos seus auxiliares, investigou dirigentes angolanos que não atendem telefonemas de pobres cidadãos, investigou ministério mais corruptos do país entre outros temas.

Esta organização angolana, tem promovido debates com temas políticos, económicos e sociais que afectam o país.

Tendo em vista as eleições de Agosto de 2017, CIP-Angola, vai  programou vários debates com todas as forças políticas do país em anfiteatro com assistência pública e transmissão em direito nos diversos órgãos de comunicação social do país e do mundo, com temas eleitorais.

O Correio da Kianda sabe que  o debate entre Silva Mateus/Fernando Daniel  – Transição no MPLA, e perspectivas para as próximas eleições      dia 15/03/17

Cabeças de listas  do PRS, FNLA, PDP-ANA, BD e APN/ João P. Ganga – Acções políticas e perspectivas para as próximas eleições               15/04/17

Isaías Samakuva/Abel Chivukuvuku – desafios paras as próximas eleições e programas eleitorais das suas forças políticas                  20/05/17

João Lourenço / Isaías Samakuva ou Abel Chivukuvuku – desafios para as próximas eleições e programas eleitorais                 17/06/17

Silva Mateus, é militante do MPLA desde 1968, é preso político, duas vezes, uma no tempo colonial, tendo na altura sido julgado e condenado a 18 meses de cadeia, por tentativa de deserção das Forças Armadas Portuguesas, onde era sargento. Lidera a União de Tendências surgiu um bocado antes do 4º Congresso do MPLA, em 93/94. Ao longo daquele tempo, fomos enviando cartas à direcção do partido, nomeadamente ao gabinete do presidente do MPLA, ao secretariado permanente, ao Secretário-geral.

Fernando da Silva é fez seus estudos como educador social no ICRA, é um jovem activo nas camadas da JMPLA, exercendo funções de professor há catorze anos do segundo ciclo, já foi segundo secretario provincial da JMPLA, também na área da organização de finanças e mobilização, chefe de informação do MPLA nível de Luanda, já foi assessor do gabinete do governador provincial de Luanda para área social, e nesta altura é Director nacional do gabinete de Intercâmbio do ministério da juventude e desportos e figura na lista de deputados do MPLA nestas eleições é técnico da relações internacionais, e estudante do curso de direito.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas