Connect with us

Diversos

Transição energética mundial em balanço global da IRENA

Published

on

O processo da transição energética mundial foi tema abordado na manhã deste sábado, 14 de Janeiro, nos Emirados Árabes Unidos, na 13ª Assembleia da Agência Internacional de Energias Renováveis, que decorreu nos Emirados Árabes Unidos. Angola participa com uma delegação chefiada pelo embaixador Albino Malungo.

O evento realiza-se no quadro do 3º Dia Mundial da Transição Energética, sob o tema ‘Transição Energética Mundial – O Balanço Global’ e inclui reuniões de líderes globais e decisores do sector da energia para fazer um balanço dos planos e políticas operacionais, assim como destacar a acção coordenada empreendida para implementar a transição energética em países, regiões e no mundo.

A Assembleia da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA) acontece todos os anos e Angola está presente com uma delegação chefiada pelo embaixador angolano Extraordinário e Plenipotenciário acreditado nos Emirados Árabes Unidos (EAU), Albino Malungo, e integra quadros do Ministério da Energia e Águas (MINEA).

A realização do evento, de acordo com uma nota do Ministério da Energia e Águas de Angola, a que o Correio da Kianda, deve-se a “necessidade urgente de níveis extraordinários de impulso político e cooperação internacional”.

As discussões na Assembleia abordam questões relacionadas à transição energética na próxima década, além de permitir uma troca de perspectivas entre os países mais afectados pelas alterações climáticas, e em articulação com responsáveis ​​de organizações internacionais e regionais, entidades públicas e privadas e representantes da sociedade civil.

Dada a necessidade urgente de níveis extraordinários de impulso político e cooperação internacional, as discussões na Assembleia abordam questões prementes relacionadas à transição energética na próxima década, além de permitir uma troca de perspectivas entre os países mais afectados pelas alterações climáticas, e em articulação com responsáveis ​​de organizações internacionais e regionais, entidades públicas e privadas e representantes da sociedade civil.

Além da representação diplomática, a delegação Angola integra ainda o Director do Gabinete de Intercâmbio Internacional do MINEA, Kiala Pierre, o Director do Gabinete de Energias Renováveis e Eletrificação Rural em exercício, Landa João, técnico sénior da Direcção Nacional de Energias Renováveis e Electrificação Rural, João Pataca Fernandes, e a Consultora do Ministro da Energia e Águas, Neusa Cumbe.

A IRENA continua comprometida em fortalecer a colaboração internacional e apoiar o caminho para o novo futuro energético por meio do reconhecimento das realidades locais, regionais e globais.

A adesão de Angola ao IRENA foi a 26 de Janeiro de 2009, altura em que os Estados-Membros das Nações Unidas e as Organizações Regionais Intergovernamentais para a integração económica, decidiram, numa Conferência Internacional sobre Energia, constituir a Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA) para promover a cooperação no domínio e desenvolvimento do uso das tecnologias das energias renováveis. De ressaltar que a Matriz Energética Nacional já conta com 60% da contribuição de Energias Renováveis.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas