Connect with us

Politica

“Trabalhamos para continuar a consolidar uma Angola democrática e inclusiva”

Published

on

Em declarações enviadas ao Correio da Kianda, o Secretário para o Departamento de Informação e Propaganda (DIP) do Comité Provincial do MPLA, reforçou que os militantes do partido no poder em Luanda “continuam a manifestar o seu total apoio ao Presidente João Lourenço e às reformas em curso”.

“A nossa perspectiva é de continuarmos a construir e consolidar uma Angola democrática e inclusiva”, disse, o engenheiro Aguinaldo de Oliveira.

A observação foi feita à propósito do balanço do Acto de Massas que ocorreu no sábado passado em oito municípios, e teve como objectivos “reforçar a Acção Política e Social dos Comités de Acção do Partido, nas respectivas áreas de Jurisdição, assim como revitalizar e melhorar o funcionamento das Estruturas das Organizações de Base do partido, OMA e JMPLA”.

“Com isso, tornamos o MPLA mais actuante e forte na província de Luanda, bem como reafirmamos o apoio incondicional ao Presidente de todos angolanos democraticamente eleito, o Camarada João Lourenço”, reforçou.

Sobre o processo movido pela UNITA para a destituição do Presidente da República, que já conta com 90 assinaturas, o responsável pela Informação do Comité provincial do MPLA, reitera apoio ao pronunciamento do Bureau Político, “que é cerrar fileiras em torno do líder do partido, Presidente da República, Titular do Poder Executivo e Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas”.

“O Bureau Político reitera o compromisso do MPLA com a paz, a unidade e a coesão nacional, bem como afirma que tudo fará para garantir o respeito e a manutenção do Estado Democrático de Direito, e que os direitos de todos os cidadãos sejam, sem excepções, preservados”, avançou, o comunicado do Bureau Político do MPLA, divulgado após reunião realizada há um mês.

MPLA ordena “cerrar fileiras” em torno do líder do partido

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.