Connect with us

Sociedade

TPA em Benguela acusada de não aceitar divulgar denúncia de crime cometido por filho de um dirigente

Published

on

A televisão Publica de Angola, em Benguela, está a ser acusada pelos familiares da Jovem Esperança Patricia, de 23 anos, queimada supostamente pelo seu namorado, no ano passado, de não aceitar entrevistar os familiares, depois do Julgamento, e da sentença ditada pelo tribunal provincial de Benguela, que no entender dos familiares da Jovem foi injusto, dada a gravidade do crime, alegando que o tribunal agiu a favor do réu, por ser filho de um Director Provincial.

De acordo com os relatos da família, numa denuncia, chegada a nossa redacção, o autor do Crime, que queimou quase 50% do corpo da jovem Patrícia, encontra-se em liberdade, mesmo depois de ter sido condenado a nove anos de Prisão, e considerado culpado.

” Em Benguela a TPA não aceitou fazer a entrevista a minha mãe depois do julgamento, a Tv Zimbo filmou mas não passou durante 8 dias, por isso, a minha mãe decidiu vir a Luanda e conseguimos aqui na TvZimbo ( mas não passou completa por causa do tempo de antena cortaram algumas partes), conseguimos também na Tv Palanca. Denunciam os familiares numa carta enviada ao Correio da Kianda.

A família da Jovem estudante do terceiro ano de direito pela Universidade Jean Piaget em Benguela, mostra-se surpreendida com a atitude do órgãos de comunicação em Benguela, com principal destaque pela TPA, que é apontada em não aceitar gravar entrevista de uma denuncia, por se tratar de um cidadão, filho de um Director Provincial do Governo de Benguela.

O jovem, conhecido por Gildo Kagibanga, autor do delito, acusado de ter cometido o crime de homicídio frustrado, foi condenado a uma pena de 9 anos de prisão, e na indemnização de 1 milhão e 500, mil kuanzas, mas por ter sido apresentado um recurso, com efeito suspensivo, pelo seu advogado, aceite pelo juiz da causa, o mesmo encontra-se em liberdade.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *