Connect with us

Mundo

Tempestade tropical afecta mais de 500 mil pessoas em Moçambique

Published

on

Cerca de sete cidades moçambicanas registaram fortes inundações, devido a tempestade tropical “Filipo” e várias bacias hidrográficas ultrapassaram o nível de alerta.

O anúncio foi feito esta quarta-feira, 13, pelo porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze, tendo adiantado que ocorreram “inundações urbanas nas cidades de Quelimane, Beira, Vilankulo, Maxixe, Xai-Xai, Maputo e Matola”.

Filimão Suaze assinalou que 525.405 pessoas foram afectadas pela intempérie, mantendo um número que já tinha sido adiantado pelo Instituto Nacional de Meteorologia.

A tempestade tropical severa “Filipo” afectou 870 escolas e 149 unidades de saúde da cidade de Maputo e das províncias de Maputo, Gaza, Inhambane e Sofala, avançou o porta-voz do Governo.

Lembrar que um total de 98.756 pessoas estão sem energia eléctrica desde a manhã de ontem em Moçambique, devido à tempestade tropical severa “Filipo” que afecta o país.

Moçambique está entre os países mais severamente afectados pelas alterações climáticas no mundo, enfrentando ciclicamente cheias e ciclones tropicais durante a época chuvosa, que decorre entre Outubro e Abril.