Connect with us

TRANSPORTES

“Temos responsabilidades acrescidas” – Ministro dos Transportes

Published

on

O Ministro dos Transportes, Ricardo de´Abreu, disse que os o sector que dirige tem responsabilidades acrescidas, no desenvolvimento do país, por isso exortou os directores daquele departamento ministerial a “fazer mais e melhor pelas populações e pela economia em geral”.

O ministro falava na cerimónia de tomada de posse dos directores de vários departamentos afectos ao Ministério dos Transportes, que decorreu na última Segunda-Feira, 17. Uma equipa que vem do primeiro mandato e que tem como missão.

Fazem parte da de trabalho equipa Eugénio Mauro de Lima Fernandes, responsável pela Direcção Nacional para a Economia das Concessões; Edgar José da Silva Vicente Ferreira, como Director do Gabinete de Auditoria Interna; e Lenine Matias José Narciso, que é Director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística.

Tomaram ainda posse Pedro Muanza Usera Maza Lopes, como Director do Gabinete de Intercâmbio; Lourenço Martins de Pina Júnior, como Director do Gabinete de Tecnologias de Informação, Comunicação Institucional e Imprensa; Paula Cristina de Melo Araújo Junqueira, no cargo de Directora do Gabinete de Recursos Humanos; e Miguel Manuel Constantino Pereira, que é Secretário-Geral do Ministério dos Transportes.

O Ministro dos Transportes enfatizou a aposta na continuidade da sua equipa, designadamente por “ter contribuído para objectivos tão importantes como a transformação e a reestruturação do sector, um projecto concluído na anterior legislatura”.

“O sector em que trabalhamos e no qual temos responsabilidades acrescidas é um dos que assume maior importância e visibilidade naquilo que são os anseios da população angolana ao nível da circulação de pessoas e bens, e também um dos que mais contribui para a diversificação e dinamização da nossa economia. Assim sendo, temos todos o dever renovado e redobrado de juntos fazermos mais e melhor no mandato que agora iniciamos. Temos muito para fazer e projectos estruturantes para levar a bom porto. Conto com todos e Angola conta, seguramente, connosco”, disse Ricardo Viegas d’Abreu no final da sessão.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *