Connect with us

Sociedade

Técnicos de hospitais recebem formação sobre redução de casos de VIH/Sida

Published

on

Mais de 30 técnicos de Saúde, de mais de dez unidades sanitárias da província de Luanda, e 25 do Cunene, vão beneficiar de uma acção de formação sobre a redução de casos de transmissão de VIH da mãe para o filho, no âmbito do projecto “Nascer Livre para Brilhar”.

O Projecto Saúde Móvel: Nascer Livre para Brilhar realiza, entre os dias 29 de Junho e 2 de Julho, um programa de formação para técnicos de saúde, com o objectivo de reforçar os conhecimentos ligados ao atendimento clinico adequado para a prevenção da transmissão de VIH da mãe para o filho.

Em Luanda, a formação reunirá 30 técnicos de saúde de dez unidades sanitárias, entre os dias 30 de Junho e 2 de Julho, no Instituto de Técnicos de Saúde de Luanda. No Cunene, 25 técnicos de dez unidades de saúde participarão na formação que será realizada nos dias 29 e 30 de Junho.

O gestor do projecto pela People in Need, Elie Komba, considera ser importante que se faça investimento na formação dos profissionais de saúde para que o atendimento às gestantes e mães seja feito da melhor forma possível”, garantindo por outro lado que as formações são facilitadas por especialistas das instituições públicas de saúde ligados aos Programas de Saúde Reprodutiva e VIH/SIDA.

As formações representam uma das componentes do projecto ‘Saúde Móvel: Nascer Livre para Brilhar’, implementado pela operadora UNITEL e pela Organização Não-Governamental People in Need com o objectivo de contribuir para a diminuição das taxas de transmissão de VIH da mãe para o filho em Angola.

O projecto que apoia a Campanha Nascer Livre para Brilhar, liderada pela Primeira-Dama da Republica, Ana Dias Lourenço, vai ainda formar parteiras tradicionais e Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS), dotando-as de conhecimentos mais actualizados relacionados com o acompanhamento das gestantes e o incentivo ao comparecimento às consultas pré-natais e procura pelo parto institucional, o que contribuirá para que casos de mães seropositivas possam ser detectados a tempo.

Além da formação de técnicos de saúde, parteiras tradicionais e ADECOS, o projecto poderá ainda dotar as famílias de conhecimento sobre a prevenção da transmissão do VIH da mãe para o bebé por meio do envio de mensagens de voz informativas para os números de telefones registados no projecto.

As mensagens, elaboradas com os contributos de especialistas das instituições públicas de saúde e de Organizações da Sociedade Civil que actuam neste sector, vão abranger o período desde a gestação até aos 24 meses de idade da criança.

A Campanha Nascer Livre para Brilhar (Free to Shine) é uma iniciativa da União Africana, da Organização das Primeiras Damas Africanas para o Desenvolvimento (Organization of African First Ladies for Development – OAFLAD) e de parceiros para abordar a crescente complacência na resposta à SIDA em África. A campanha valida o envolvimento das Primeiras Damas em África e reforça o compromisso destas, com vista a acabar com a transmissão do VIH de mães para filhos. Em Angola a campanha foi lançada em Dezembro de 2018.

Sobre a parceria

A UNITEL e a People in Need implementam desde 2017 o programa ‘Saúde Móvel’, que envia mensagens de voz informativas para números de telefone registados em unidades sanitárias das províncias do Bié, Huambo e Huíla.

O conteúdo das mensagens tem o objectivo de aumentar o conhecimento das famílias sobre os cuidados de saúde, com vista a reduzir a taxa de mortalidade materno-infantil, diminuir o número de partos fora dos hospitais e centros médicos, estimular as famílias a cumprirem o calendário da vacinação das crianças e incentivar a amamentação exclusiva, a alimentação saudável e as boas práticas de higiene da mãe e da criança. Mais recentemente, um novo pacote de mensagens com informações sobre prevenção da COVID-19 também foi produzido.

O projecto ‘Saúde Móvel: Nascer Livre para Brilhar’, que está a ser implementado nas províncias de Luanda, Cunene e Moxico, representa uma ampliação desse trabalho, agora no âmbito da campanha liderada pela Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, integrando os esforços para que cada vez mais crianças nasçam livres do VIH no país.