Connect with us

Sociedade

Técnicos de Enfermagem entram em greve a partir do dia 11 de Dezembro

Published

on

Em declarações à Radio Correio da Kianda, os profissionais da Saúde confirmaram a greve a partir da próxima segunda-feira, 11 de Dezembro. 

O Governo Provincial de Luanda e o Sindicato dos Técnicos de Enfermagem da capital angolana continuam desavindos quanto aos acordos firmados em Fevereiro de 2022. Lembrar que as conversações resultaram em acordo, com a produção de uma acta onde foram lavrados os pontos constantes do caderno reivindicativo, que seriam cumpridos pela entidade empregadora.

Entretanto, decorridos mais de dez meses, os técnicos de enfermagem em Luanda, veem a esperança a esfumar-se. Das reivindicações, os enfermeiros exigem melhores condições de trabalho, aumento de técnicos de diagnóstico, material consumível, medicamentos e equipamentos para laboratórios.

Falando nesta terça-feira, 05, à Rádio Correio da Kianda, o Secretário Provincial do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem em Luanda, Afonso Quileba, reiterou que a greve vai acontecer, a partir do dia 11 de Dezembro do ano em curso, para exigir O cumprimento do acordo firmado com o Governo Provincial de Luanda, no dia 17 de Fevereiro de 2022.

Afonso Quileba reconhece que o executivo cumpriu com a garantia da orçamentação nos hospitais primários, mesmo assim considera insuficiente.

O sindicalista disse que a falta de fármacos e segurança nas unidades hospitalares primárias constituem outras preocupações dos profissionais de enfermagem para se pôr fim as agressões dos técnicos em serviço.

A nossa redacção encetou contacto com o Governo Provincial de Luanda sobre o assunto, mas até o momento, sem sucesso.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.