Connect with us

Sociedade

TCUL denuncia vandalização dos seus autocarros

Published

on

O conselho de administração da empresa Transportes Colectivos Urbano de Luanda (TCUL) diz-se indignada com os constantes actos de vandalismo de que têm sido alvo os seus autocarros, nas diversas ruas de Luanda, onde mantém frotas de meios em serviço público.

Num comunicado tornado público neste sabado, 12, ao qual o Correio da Kianda teve acesso, a empresa pública de transporte colectivo diz que os actos de vandalismo têm sido protagonizados por alguns populares.

“Regularmente, nas diversas artérias da cidade capital – Luanda, grupos de cidadãos não identificados têm arremessado objectos (pedras, garrafas paus e etc.) às viaturas. Colocando em perigo a vida dos utentes, tal como a destruição do bem público precioso à mobilidade das famílias”, lê-se na nota.

Por esse facto, a direcção da empresa apela à vigilância dos serviços da ordem pública – polícia nacional e aos cidadãos, a estarem prontos na salvaguarda desse patrimônio de todos.

A TCUL é a principal empresa de transporte público do país, com uma frota actual de 393 veículos a operar na capital do país, nas ligações inter-municipais. Possui igualmente uma frota de transporte inter-provincial, com deslocações regulares às províncias de Malange, Cuanza norte, Benguela, Huambo, Bié e Uíge.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (1)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (87)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (20)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD