Connect with us

Desporto

Taça Sayovo será disputada em Fevereiro

Redação

Published

on

A 13ª edição da Taça Sayovo, em atletismo adaptado, disputa-se no dia 21 de Fevereiro de 2021, quatro anos após a realização da última edição.

Instituída em 2005 pelo Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD), em homenagem ao triplo medalha de ouro, José Armando Sayovo (deficiente visual total), nos jogos Paralímpicos de Atenas, em 2004, a prova terá inovações devido à covid -19.

Reunida nesta quarta-feira, em Luanda, a Comissão Técnica do Comité Paralímpico Angolano decidiu que os participantes ficarão em regime concentrado, no Centro Profissional de Viana, na capital.

Em declarações à imprensa, Lobo do Nascimento, vice-presidente da instituição, afirmou que a decisão visa proteger o bem vida mediante a observância dos procedimentos orientados pelas autoridades sanitárias do país, em função da covid -19.

Referiu que os testes serão feitos 48 horas antes da competição, além de outras medidas de biossegurança como o uso de máscaras no alojamento e transportes, espaçamento físico, desinfestação e lavagem das mãos.

Acrescentou que a corrida pedestre envolverá 128 profissionais, entre atletas paralímpicos e olímpicos, estes últimos de clubes como o Petro de Luanda, 1.º de Agosto, Interclube, Jamba Sport, Benfica e Desportivo, ambos da Huíla.

Outra inovação, de acordo com Lobo do Nascimento, prende-se com a restrição da premiação para aos três primeiros classificados por categoria, contra os cinco das anteriores edições.

O número de participantes também será reduzido por questões de segurança.

A organização vai distribuir prémios como Taças, medalhas e valores monetários.

A prova, a disputar-se numa distância de dez quilómetros, vai cumprir com o tradicional percurso, com partida no largo dos ministérios e chegada no Complexo da Cidadela Desportiva.

Quanto ao valor monetário da corrida, o dirigente do CPA não avançou números, sublinhando apenas que uma proposta orçamental será entregue ao ministério de tutela.

No entanto, a Angop apurou que oficialmente a Taça Sayovo custa AKz 25 milhões, divulgados em Diário da República, mas que nas últimas edições foram disponibilizados apenas Kz oito milhões por parte do MINJUD.

Para 2021 foi atribuído ao Comité Paralímpico Angolano Kz seis milhões, por via do Orçamento Geral do Estado.

A Taça Sayovo, que contará com representantes das 18 províncias do país, será apresentada em conferência<em> </em>de imprensa no dia 12 de Fevereiro.

Por Angop

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (80)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD