Connect with us

TRANSPORTES

TAAG entra no Brasil explorando 13 destinos do maior país da América Latina

Published

on

A companhia nacional de bandeira – A TAAG, Linhas Aéreas de Angola, assinou, no último fim-de-semana um acordo de partilha de rodas, com a transportadora aérea brasileira GOL, para explorar diversos destinos internos no maior país da América Latina.

Com o referido acordo, a TAAG passa assim a voar do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para diversos Estados brasileiros, como Rio de Janeiro (dois destinos), Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Brasília, Goiânia, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu e Natal.

Como contra-partida, a companhia brasileira Gol passa a explorar outros destinos operados pela TAAG, como São Paulo/Luanda, e as cidades de Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Johanesburgo, Cidade de Cabo (África do Sul), Windhoek (Namíbia), Kinshasa (RDC), Ponta Negra (Rep. Congo) ou Maputo (Moçambique).

Um dos objectivos da parceria ora assinada, de acordo com um comunicado da TAAG, enviado ao Correio da Kianda, nesta segunda-feira, 03 de Abril, é impulsionar o tráfego de passageiros entre a América Latina, África e Europa.

Aos clientes das duas companhias a parceria aponta para as vantagens de oferecer mais opções de tarifa do bilhete de passagens, a aquisição de um único bilhete na moeda local de partida, protecção nos voos de ligação, entre outras.

Na ocasião, o Vice-Pesidente de Receitas da GOL, Eduardo Bernardes, considerou de vantajosa a parceria.

“Construir essa aliança com a TAAG é expandir as alternativas de destinos para os clientes da GOL para dezenas de cidades africanas, oferecendo a oportunidade de conhecerem um continente tão rico em belezas naturais, sublinhou o responsável.

Já o Presidente da Comissão Executiva da TAAG, Eduardo Fairen, entende que além do turismo, parceria vem alavancar a economia dos dois países.

“É com grande entusiasmo que a TAAG celebra esta parceria com a GOL que vai alavancar o turismo e a economia dos nossos dois países e reforçar a conexão entre América Latina, África e Europa, através da ligação transatlântica entre o Brasil (São Paulo) e Angola (Luanda)”, referiu.