Connect with us

Mundo

Sunak e Biden reunidos na véspera de cimeira da NATO

Published

on

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, já se encontra em Downing Street, Inglaterra, para uma reunião com o primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, na véspera da cimeira da Organização do Tratado do Atlântico Norte, que irá decorrer até quarta-feira, 12, em Vilnius, tendo como temas principais questões climáticas e a adesão da Ucrânia à NATO.

Está previsto para hoje que o presidente norte-americano mantenha, igualmente, um encontro com o rei Charles da Grã-Bretanha.

Joe Biden, de 80 anos, desembarcou em Londres na noite de domingo para iniciar uma viagem por três países, incluindo a cúpula da NATO na Lituânia capital da Lituânia.

Antes da viagem, Biden pediu cautela por enquanto na campanha da Ucrânia para ingressar na NATO, dizendo que a aliança pode ser arrastada para a guerra com a Rússia devido ao pacto de defesa mútua da organização.

“Não acho que haja unanimidade na NATO sobre trazer ou não a Ucrânia para a família da organização agora, neste momento, no meio de uma guerra”, disse Biden em entrevista à CNN veiculada no domingo.

Munições Cluster 

A viagem de Biden ocorre alguns dias depois que ele concordou em enviar munições cluster dos EUA para a Ucrânia.

Essas munições são proibidas por mais de 100 países, incluindo o Reino Unido, devido à sua ameaça às populações civis, porque normalmente liberam um grande número de pequenas bombas que podem matar indiscriminadamente em uma ampla área.

Rússia, Ucrânia e Estados Unidos não assinaram a Convenção sobre Munições Cluster, que proíbe a produção, armazenamento, uso e transferência de armas.

Com agências internacionais